Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

Cultura Popular: A Minha Alma...

                      Hieronimus Bosh: "A Carroça de Feno"

 

 

Canção da Segada/Vindimas

  

Vozes dava o marinheiro,

Vozes dá que se afogava,

Respondeu-lhe o Diabo,

Das outras bandas da água.

 

Quanto davas marinheiro,

Que da água te tirar,

Dava-te os meus navios,

Carregados de oiro e prata.

 

Teus navios não tos quero,

Nem teu oiro e tua prata,

Só que quer te morrendo,

Nos deixes a tua alma.

 

Minha alma é p´ra Deus,

E p´rá Virgem Sagrada,

O corpo deixo-o aos peixes,

Que andam na água salgada.

 

A cabeça às formigas,

Que dela façam morada,

As tripas aos guitarristas,

Para cordas de guitarra.

 

Vai-te embora ò Diabo,

Que não te dou a minha alma...

 

                        Recolha: Paulo Lopes

                            Citada em Carção por: Rosa Tonheca, 14 – 09 – 2007

 

publicado por almocreve às 02:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Susana a 2 de Outubro de 2007 às 11:46
Bom dia Sr. mestre!
Estas quadras são fantásticas. É bom que haja pessoas que se lembrem de recolher estas canções, parte importante da nossa cultura e tradição.
Bjos.
De Beta a 10 de Outubro de 2007 às 03:55
Também entrego a minha alma a esta canção. É maravilhosa, assim como a obra de Bosh, um dos maiores artistas de todos os tempos.

Comentar post

Participa na Almocreve 2009

 

Contactos:

paulolopes78@hotmail.com

carcao@hotmail.com

.

.

.

.

.

Envie-nos fotos, artigos e outros...

paulolopes78@hotmail.com

hit counter

.pesquisar

 

.favoritos

. Algumas orações dos marra...

.links

.as minhas fotos

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds