Sábado, 14 de Abril de 2007

7ª Proposta às 7 Maravilhas de Carção

 

Coreto/Lápide Granítica

 

            O coreto é constituído por um conjunto de símbolos outrora muito importantes para a povoação. Em baixo, situa-se uma bonita fonte, constituída por um nicho de arco de volta perfeita, tendo como função abastecer os populares ou animais. No lado direito ao observador, encontra-se uma pedra granítica que relata um acontecimento em 1651 como vamos ver adiante e no topo o coreto (primeiro palco destinado às festas) talvez erguido nos anos 60. Lembro-me ainda vagamente das actuações dos músicos neste local, no Domingo à noite na festa da Senhora das Graças; de terem que subir por uma escada de madeira; o alinhamento dos músicos sempre com grande dificuldade derivado ao curto espaço...

            Desta aldeia e dos que lá viveram, rezam-se muitas histórias que, em retalhos, se cruzaram e perderam de geração em geração. Na ausência da tecnologia escrita, soube a memória oral ganhar terreno e lembrar que ao povo nada escapa, ainda que muito acrescente.

            Mas um douto senhor granítica, nessa grande lápide no Largo das Fontes erguida, gravou “ad aeternum” a seguinte inscrição:

 

NOSTE SI

TIO ESTAVAM

AS CASAS DA MO

RADA DE FRCO ME

NDS QUE FOI CONDE

NADO HA MORTE

PLA DE GASPAR GI

V QUE FOI IOIS NESTE

LVGAR NA ALCA

DA EM QUE PROCED

O HO DVTOR CRIS

TOVAM PINTO DE

PAIVA DESEMBAR

DA CASA.DA.SOPRI

CACAM ANO DE 1651

EL REI NOSSO SEÑOR

AS MANDOV ARASAR

E SALGAR PELA

EMPIEDADE CO

QUE ELE SE OVVE NA D

TA MORTE E POUCO RES

PEITO AO SACRAMENTO

 

Que significa:

"Neste sitio estavam as casas da morada de Francisco Mendes que foi condenado á morte por ter morto Gaspar Gonçalves que foi juiz neste lugar na Alçada em que procedeu o Doutor Cristóvão Pinto de Paiva Desembargador da Casa da Suplicação no ano de 1651. O Rei nosso Senhor as mandou arrasar e salgar pela impiedade que ele teve na dita morte e pouco respeito aos sacramentos"

Tudo começou em 1651, quando o referido Francisco Mendes cometeu dois graves crimes, assassinando, a sangue frio o juiz Gaspar Gonçalves, morador em Carção, e, como se não bastasse, ainda espedaçou com uma fouce uma imagem de Cristo Nosso Senhor crucificado (note-se que no século XVII era muito mais grave o desrespeito à Igreja), sendo condenado á morte, por Forca na vila de Outeiro.

           

            Em 1744, João Mendes Penis propôs-se á eleição do cargo de capitão duma companhia de ordem da vila de Vimioso, mas que por ser neto de Francisco Mendes, ficou inabilitado e excluído de efectuar tal cargo, como explica a seguinte petição enviada para a Câmara com o fim de acabar com a nomeação para o cargo de João Mendes Penis:

            “Dizem a maior parte dos homens da governança desta Vila de Vimioso, que sendo ordenada pelo Alvará de 18 de Outubro de 1709, que para os postos da ordenança se nomeiem e elejam as primeiras pessoas das terras, como também para as ocupações da Republica e cargos de justiça o que se acha recomendado por lei e provisões, por direito e porque se pretende fazer a eleição de capitão de uma companhia de ordenança desta Vila, pretende um João Mendes Penis da mesma, ser proposto e votado na dita eleição com o fundamento de que se diz é Alferes da mesma companhia, o que para além de não ter aprovação do General para exercer o dito posto, é por direito excluído de ocupação alguma honrosa, pois além de ser oficial de cavaleiro em cujo ofício manualmente trabalha e se sustenta, é neto legitimo de Francisco Mendes, natural de Carção, mas espedaçado com uma fouce roçada uma imagem de Cristo Nosso Senhor crucificado, do que resultou por tão grave e atrocíssimo crime a devassa com alçada, com assistência dum Desembargador da Suplicação, sendo preso o dito Francisco Mendes, foi sentenciado á morte na forca, que para esse efeito se fez na mesma Vila de Outeiro, onde também lhe foram confiscados os seus bens para a Coroa, se lhe mandaram arrasar, demolir e salgar suas casas, onde se lhe pôs um padrão que ainda existe (Lápide de granito que se encontra no Largo das Fontes á qual se refere a presente história) cuja cópia se junta; e o dito Francisco Mendes padeceu de morte por forca na mesma Vila de Outeiro, havendo por tradição que na referida sentença ficarão os descendentes de Francisco Mendes tidos por vis e incapazes de obter alguma ocupação até á quarta geração; como lhe foram os seus bens confiscados e demolidas as suas casas, ficou sendo crime de primeira cabeça, e como tal melitandosse com o suplicante a deposição da ordenação, livro quinto, titulo seis, parágrafo treze, pois o dito João Mendes é neto legitimo pela parte paterna do dito enforcado e confiscado, é nestes termos inábil de ocupação alguma e muito menos das de ordenança.

            Pedem a vossa Mercê, senhor Doutor ouvidor, seja servido mandar que a Câmara o não nomeie, nem proponha para o dito posto da ordenança, nem para os demais da república com a pena de se lhe dar em culpa e que esta com a cópia do padrão se registe nos livros da Câmara; Receberá Mercê".

            Nesta época os crimes de primeira cabeça eram severamente punidos, tendo repercussões nas gerações vindouras, como foi o de Francisco Mendes que teve influência na nomeação para o cargo de capitão da ordenança da Vila de Vimioso do seu neto João Mendes Penis. Ver Almocreve n.º 0, 2002, pp.13 – 14.

 

 

publicado por almocreve às 00:22
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De António Fernandes a 14 de Abril de 2007 às 17:13
Boa tarde, almocreves de Carção!
Fiquei triste ao saber que a votação com a inclusão de mais uma maravilha tivesse voltado à estaca 0. Contudo penso que foi por uma boa causa, uma vez que este, como já foi aqui afirmado é uma obra de grande valor artístico.
Em relação ao coreto, penso que é um conjunto muito interessante (a fonte e a pedra granitica) embora julgue que a parte acrescentada posteriormente (o coreto) deveria ser retirado já que estéticamente não tem nada de interessante, como foi dito, acrescentado nos anos 60 a não ser o seu simbolismo.
De Matilde a 16 de Abril de 2007 às 11:48
Bom dia!
Já algm tempo que não visitava o blogs.
Parabéns pois está fantástico

Comentar post

Participa na Almocreve 2009

 

Contactos:

paulolopes78@hotmail.com

carcao@hotmail.com

.

.

.

.

.

Envie-nos fotos, artigos e outros...

paulolopes78@hotmail.com

hit counter

.pesquisar

 

.favoritos

. Algumas orações dos marra...

.links

.as minhas fotos

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds