Segunda-feira, 23 de Abril de 2007

Cultura Popular: Cruel vento, ó cruel vento

 

 

 

       Frans Hals "Palhaço tocando Alúde"

 

 

Cruel vento, ó cruel vento

 

- Cruel vento, ó cruel vento,

Roubador maioral!

Roubaste as três igrejas,

As melhores de Portugal.

- Se roubei as três igrejas,

Dinheiro tenho para as pagare.

 

- Cruel vento, ó cruel vento,

Roubador maioral!

Roubaste as sete fortunas,

As melhores de Portugal.

- Se roubei as sete fortunas,

Com eles m´hei-de governare.

 

- Cruel vento, ó cruel vento,

Roubador maioral!

Roubaste as três meninas,

Mais lindas de Portugal.

- Pois se roubei as meninas,

Dinheiro tenho p´ra as pagare.

 

- Cruel vento, cruel vento,

A honra das meninas

Com dinheiro não se paga.

-----------------------

Tu às ir a pagare,

Mas é às cadeias de Portugal[1].

 

 

Recitada em CARÇÃO por: António Albino Machado de Andrade (1-8-1980)

 

Recogida: Costa Fontes – 1985

 



[1] Esta canção foi recolhida em www.google.com: Pan-Hispanic Ballad Project

publicado por almocreve às 00:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Susana a 23 de Abril de 2007 às 11:29
Bom dia, almocreves!
A canção é fatásatica.
Bjs para todos.
De Arruda a 24 de Abril de 2007 às 15:25
Boa tarde, mestre!
a canção é extraordinária.

Comentar post

Participa na Almocreve 2009

 

Contactos:

paulolopes78@hotmail.com

carcao@hotmail.com

.

.

.

.

.

Envie-nos fotos, artigos e outros...

paulolopes78@hotmail.com

hit counter

.pesquisar

 

.favoritos

. Algumas orações dos marra...

.links

.as minhas fotos

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds